Com mandato devolvido pelo STF, Aécio ajudará Temer a aprovar reforma trabalhista e da previdência


O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello autorizou nesta sexta-feira (30) que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) volte ao Senado e, consequentemente, volte a exercer atividades de seu mandato. A decisão tem efeito imediato.

O ministro também negou o pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República) para que Aécio Neves fosse preso preventivamente.

Aécio agora se junta à linha de frente da tropa de senadores de Michel Temer que devem aprovar a Reforma Trabalhista. Hoje (30 de junho) há manifestações em todo o país contra as reformas, mas apesar de milhares de pessoas estarem nas ruas, boa parte da população não aderiu.

Bem, um povo que não luta por seus direitos não merece tê-los.

Comentários