Câmara Municipal de Teresina rejeita título de cidadania a João Doria




A Câmara Municipal de Teresina rejeitou nesta terça-feira, 15, conceder título de cidadania teresinense ao prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). Proposta por Luis André (PSL), a honraria acabou derrubada após obter apoio de apenas 18 vereadores, dois a menos que a exigência mínima de 20 votos favoráveis.



Oito parlamentares votaram contra a medida. Apesar de ex-secretária de governos do PSDB na capital piauiense, Graça Amorim (PMB) se absteve da votação. “Fui secretária de Ação Social em governos do PSDB, e na nossa gestão nós criamos Casas do Caminho para moradores do rua. Então a forma truculenta que essa questão é tratada em São Paulo não me sai da cabeça”.



Autor da proposta, Luis André justificava a homenagem com histórico do prefeito e recentes parcerias entre Teresina e São Paulo, principalmente na área de iluminação. “O prefeito tem desenvolvido uma gestão que é um exemplo a ser seguido. Teresina está fazendo parcerias e pode fazer muito mais”, justificou.


Opositores da medida, no entanto, afirmavam que ação era meramente política e que Doria não possuía histórico de contribuições com a cidade. “Tenho simpatia ao Doria, poderia até votar nele para presidente, mas no momento é prematuro discutir isso. Ele tem que mostrar serviço primeiro”, disse Luiz Lobão (PMDB).

Fonte: Blog O Povo.

Comentários