Desesperada, Folha vê PSDB desmoralizado e na maior crise de sua história


No editorial Paradoxo tucano, a Folha de S. Paulo argumenta que o PSDB vive a maior crise de sua história e perdeu também qualquer autoridade moral.


“Não bastasse o caso do mensalão mineiro, diversas suspeitas surgidas na Lava Jato, em especial sobre seu candidato nas eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves (MG), corroeram as pretensões peessedebistas de oferecer prescrições morais a quem quer que seja”, diz o texto.

“Apostando em Geraldo Alckmin ou em João Doria, a favor ou contra Temer, querendo a volta de Aécio Neves ou preferindo descartá-lo em definitivo do comando do partido, os tucanos padecem do paradoxo de, tendo muitos líderes, não contarem com nenhum.”

Com informações do Brasil247.

Comentários