MBL tenta associar nazista de Charlottesville com PT e passa vergonha nas redes


O "JornaLivre" que não passa de uma boca alugada do MBL, fez uma matéria tentando associar o nazista americano que mantou um manifestante (de esquerda) com o PT. Nem podemos mais vir aqui dizer que isso é burrice por parte desta trupe, mas sim uma gritante desonestidade intelectual. Mas toda a farsa deste grupo esta caindo por terra. 



A desculpa usada pelo site é que Fields seria membro do Worker Party, o “Partido do Trabalhador” lá dos EUA. Como se no Brasil só o PT tem o nome dos trabalhadores no nome.

Entendendo o que aconteceu

Pelo menos três pessoas morreram sábado no âmbito de um encontro de grupos de extrema-direita em Charlottesville, no estado norte-americano de Virgínia, segundo fontes oficiais. 

Leia também: MBL é o maior difusor de notícias falsas, conclui pesquisa da USP;

"Temos pessoas que vieram para aqui provocar confusão, caos e desordem, o que causou três mortes", disse Maurice Jones, o presidente da Câmara de Charlottesville, numa conferência de imprensa. 

Uma pessoa morreu quando um carro atingiu um grupo de pessoas que, segundo testemunhas, se manifestavam contra o encontro de extrema direita. 

A vítima, uma mulher de 32 anos, atravessava a rua quando o veículo chocou contra a multidão, disse o chefe da polícia de Charlottesville, Al Thomas. Algumas dezenas de pessoas (os números são contraditórios e oscilam entre duas dezenas e 35) ficaram feridas. 



As autoridades norte-americanas identificaram entretanto o condutor, acusando formalmente James Alex Fields Jr, de 20 anos, de homicídio em segundo grau (intencional, mas não premeditado). O jovem, natural do Ohio, encontra-se detido numa prisão do condado de Albermarle-Charlottesville.



Comentários

Postar um comentário