Sergio Moro teve encontro fora da agenda com Rodrigo Maia, que é acusado na Lava Jato


Moro sente-se bem a vontade ao lado de tucanos, peemedebistas e de gente do DEM também no que tange ao “encontro formal” de Moro com Rodrigo Maia, Moro mostra que não passa nem perto do PT, PCdoB ou outros partidos, o juiz sempre encontra-se em festas, eventos e reuniões com deputados tucanos, senadores do PSDB acusados de corrupção, o encontro ocorreu no gabinete do Rodrigo Maia, que é investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e outros, a desculpa de Moro é que era mera “formalidade”, mas para quem encontrou Aécio, Serra, Dória, Capez . O encontro está registrado no site do deputado Rodrigo Maia.


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, recebeu, nesta quinta-feira, o juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, em primeira instância.

Moro veio à Câmara para participar de audiência pública na comissão especial que analisa medidas de combate à corrupção apresentadas pelo Ministério Público, que tramitam na forma do Projeto de Lei 4850/16.

Esta foi a segunda reunião de Maia sobre o assunto nesta semana. Ontem, o presidente da Câmara, reuniu-se com parlamentares e representantes da sociedade civil que defendem as medidas, que deverão ser votadas pelo Plenário da Câmara até o dia 9 de dezembro, data em que se comemora o Dia Internacional de Combate à Corrupção.

Segundo Maia, o combate à corrupção terá seu apoio “integral”, mas antes deverá ser votada uma agenda “igualmente urgente” composta pela renegociação das dívidas dos estados (Projeto de Lei Complementar 257/16); pela retirada da obrigatoriedade de atuação da Petrobras como operadora única dos blocos contratados pelo regime de partilha em áreas do pré-sal (PL 4567/16); e pela votação do processo que pede a cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).


Na comissão especial, Sergio Moro também pediu a aprovação das medidas. “Claro que essa Casa tem a prerrogativa de debatê-lo, mas nesse contexto queremos que o Congresso faça sua parte e se junte a outras instituições no combate à corrupção”, disse.

Fonte: Plantão Brasil.

Comentários

  1. http://www.contraponto.blog.br/artigos/613/historia-juiz-sergio-moro-com-o-doleiro-alberto-youssef

    ResponderExcluir

Postar um comentário