Tasso diz estar de 'braços abertos' para aproximação do PSDB e o MBL

Resultado de imagem para mbl e psdb

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), fez aceno ao MBL (Movimento Brasil Livre) nesta quarta-feira (23), após manifestações de setores do partido contrárias à aproximação do movimento com parlamentares tucanos, de olho em 2018. 


O senador enviou uma mensagem de áudio para os coordenadores do movimento, afirmando que vê com satisfação a aproximação do grupo com o partido. Ele afirma, segundo a Folha apurou, estar de "braços abertos" para o MBL. Tasso também diz que o partido está passando por mudanças e estimula o diálogo com o movimento.

"Ver esse tipo de abertura mostra um amadurecimento de um setor do PSDB", afirma o coordenador do MBL Renan Santos. "Esses novos atores do PSDB têm algo a falar, porque a classe política no geral está desconectada das ruas." 

Nesta terça-feira (22), após a Folha publicar que a ala jovem do PSDB na Câmara, os chamados "cabeças-pretas" planeja uma aliança com o MBL para a eleição de 2018, até mesmo fora do partido, movimentos de juventude do partido se manifestaram de maneira contrária.


Os "cabeças pretas" e o MBL têm intensificado o diálogo com o avanço do calendário pré-eleitoral. Um grupo de cerca de oito deputados tucanos, ligados a Tasso, quer formar aliança com o movimento, dentro ou fora do PSDB. 

Eles afirmam que com a permanência do senador cearense no comando do partido, a possibilidade de saída tornou-se mais remota, mas não está excluída caso os planos da ala governista de retomar o controle se concretizem.

Comentários