Após delação catastrófica de Funaro, advogado de Temer abandona o caso


Amigo pessoal e principal formulador da estratégia jurídica de Michel Temer, o criminalista Antonio Cláudio Mariz de Oliveira deixará a linha de frente da defesa do peemedebista na Câmara. A decisão foi tomada às vésperas de a Casa receber nova denúncia contra Temer. A acusação usa diversos trechos da delação de Lúcio Funaro, de quem Mariz já foi advogado, e cita pessoas físicas e jurídicas para as quais ele atuou. A mudança deve ser formalizada nesta sexta (22).


Funaro ainda disse, em delação, que o grupo chefiado por Temer, Eduardo Cunha e Henrique Alves desviou R$ 250 milhões da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2014, com a ajuda de Geddel Vieira Lima.

O afastamento formal de Mariz foi negociado com Temer. O advogado indicará quatro nomes para que ele escolha um substituto. No bastidor, permanecerá como conselheiro de confiança.

O próprio Mariz é citado na delação de Funaro. O doleiro disse aos investigadores que, quando ainda era cliente do criminalista, enviou a ele por engano um e-mail com cotações de preços de escritórios que fazem delação. Depois disso, Geddel Vieira Lima teria indagado se ele pensava em se tornar colaborador.

Fonte: 247.

Comentários

  1. Advogado ou Rábula. .As portas dos presidios estão cheios deles. São cúmplices dos corruptos porque sabem tudo sobre os crimes cometidos. .É bandido também.

    ResponderExcluir

Postar um comentário