Moro libera passaporte para filha de Cunha que tem contas no exterior


Do Estadão: A filha do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) resgatou seus passaportes. Após autorização do juiz federal Sérgio Moro, o advogado retirou os documentos brasileiro e italiano de Danielle Dytz da Cunha Doctorovich, investigada na operação Lava Jato.


Os passaportes estavam retidos na 13ª Vara Federal de Curitiba. Em 17 de julho, a filha de Cunha pediu a Moro a devolução de seus documentos para ir ao exterior. O Ministério Público Federal não se opôs.

Comentários

  1. Eu poderia comentar algo sobre o assunto, mas todo mundo já conhece as intenções desse juiz é a família do Cunha e do Cabral, essa dupla explosiva causa frisson e adrenalina no juiz MORO, da-se a impressão que esses dois meliantes servem de inspiração para municiar a mente confusa e doentia do juiz MORO, necessário se faz, a intervenção dos seus superiores nessas ações desastrosas e midiáticas do
    magistrado.

    ResponderExcluir

Postar um comentário