Dallagnol não consegue apresentar recibos originais para incriminar Lula


Jornal GGN – Os procuradores de Curitiba não possuem os originais de documentos que a defesa de Lula questionou em um incidente de falsidade. A informação consta em uma resposta oficial [em anexo] encaminhada por Deltan Dallagnol ao juiz Sergio Moro no último dia 20. Segundo o líder da força-tarefa da Lava Jato, os originais estão em um banco de dados na Suécia, onde supostamente a Odebrecht mantém registros de pagamentos de propina.


“(…) informa o Ministério Público Federal que os documentos constantes do evento 999 da Ação Penal, como já exposto por diversas vezes, foram extraídos diretamente de cópia dos discos rígidos relacionados ao sistema ‘Drousys’, fornecidos pela Odebrecht S/A. que se encontravam armazenados em servidor localizado na Suécia – cf. Relatório Técnico n’ O11/2017-SPEA/PGR (evento lO, OUT2, destes autos) e Relatório de Análise n’ 7/2017 (evento 999. ANEX02)”, escreveu Dallagnol.

Os documentos questionados pela defesa de Lula são dois recidos bancários idênticos, porém, assinados de maneiras diferentes – um dos papéis, apresentado pelo Ministério Público, tem duas assinaturas, ao passo em que a outra versão, de Marcelo Odebrecht, possui apenas rúbrica.

Moro determinou que a turma de Dallagnol informasse “se ainda existem os documentos originais, antes da digitalização e inserção no sistema de contabilidade paralela da Odebrecht. Ee, se positivo, para que os apresentem na Secretaria do Juízo em cinco dias.”


O incidente de falsidade de Lula contra a Lava Jato foi apresentado antes de um pedido formal, por parte de Dallagnoil, para que a defesa do ex-presidente entregasse as versões originais de comprovantes de pagamento de aluguel devido a Glaucos da Costamarques. A defesa informou a Moro que possui os originais e pediu algumas providências para entregá-las. Moro negou e determinou a apresentação no prazo de 48 horas, que já expirou.

Comentários

  1. Essa cabra,se fosse mais competente e inteligente não entrava numa roubada dessa,gosto da seriedade dele,mas sendo teleguiado por essa elite burra e escravagista e traidora sangrenta esta fadado ao fiasco ,esses malditos acabaram com o Brasil caralho,se der errado e é o que espero vamos ver se os USA vão acolher essa cambada de traidores regidos por eles,até quando vamos ser quintal desses americanos porra

    ResponderExcluir
  2. Esse pessoal de Curitiba inventou uma lógica jurídica que avalizou seus interesses e deixou de lado os requisitos básicos de um processo, a começar pelo crime- que até agora carece de provas. Eles tem nas mãos um acusado e nada mais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário