Enquanto Dória viaja, escolas municipais de SP estão sem aula, por falta de professores


Da Rede Brasil Atual – Pelo menos sete escolas da zona sul da capital paulista estão dispensando alunos de creche, pré-escola e ensino fundamental por falta de professores. Em outros casos, crianças acabam sendo divididas e ampliando as turmas atendidas por um mesmo docente. 


Segundo pais de alunos dessas unidades, o problema decorre da dispensa de professores não concursados pela administração do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). As escolas enviam bilhetes avisando que no dia seguinte não vai haver aula, mas algumas vezes os pais ficam sabendo na porta da unidade de ensino e têm de se desdobrar para conseguir deixar o filho com parentes ou amigos.

“Estão tendo de revezar o dia que cada turma tem aula. Às vezes vem avisado na agenda, mas tem dia que a gente fica sabendo na porta. Quando não dispensa, divide as crianças com outros professores. É uma situação muito difícil”, lamentou a gerente comercial Emanuelle Aparecida, mãe de Geovana, que tem 5 anos e está na Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) Canal do Cocaia, no Grajaú. Segundo informações de servidores, a unidade tem 15 turmas sem professor e está fazendo revezamento de aulas.


Em nota, a Secretaria Municipal da Educação informou que “as Diretorias Regionais de Educação do Campo Limpo e Capela do Socorro informam que as escolas citadas estão funcionando regularmente, sem suspensão de aula ou dispensa de alunos”.

Comentários