Ministro do STF engaveta outro processo de Moreira Franco, braço direito de Temer


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, arquivou o processo contra Moreira Franco, ministro da Secretaria-geral da Presidência e conselheiro político mais próximo de Michel Temer. O processo arquivado, se refere ao caso da “farra das passagens”.


Na ocasião, 2007, Moreira Franco foi denunciado por peculato. A acusação foi de que ele havia destinado passagens pagas pela Câmara dos Deputados a amigos, parentes e pessoas próximas. O pedido de arquivamento foi, justamente, da nova Procuradora-geral Raquel Dodge, nomeada por Michel Temer, quebrando a tradição de se escolher o primeiro colocado da eleição no Conselho Nacional dos Procuradores.

O caso, dado que Moreira Franco, tem mais de 70 anos, prescreve após 8 anos da acusação.

Com informações da VEJA

Comentários