QUADRILHÃO! Raquel Dodge elimina chances de delação de Geddel e salva Temer


Em sua coluna nesta sexta, o jornalista Bernardo Mello Franco chama atenção para o fato de Michel Temer ser o maior beneficiário do parecer da procuradora-geral da República, Raquel Dode, sobre o ex-ministro Geddel Vieira Lima. 


Confira abaixo trechos do texto:

"Em parecer assinado na segunda-feira, ela [Dodge] opinou contra a libertação do detento. Até aí, segue o jogo, mas há um dado curioso no documento. Na página 10, a procuradora sustenta que Geddel ocupava o posto de "líder da organização criminosa".

Até a posse de Dodge, o Ministério Público via o ex-ministro como integrante do segundo escalão do quadrilhão do PMDB. O novo parecer parece apontar duas mudanças importantes para o futuro da Lava Jato.

Na primeira, a Procuradoria passaria a entender que Geddel não cumpria as ordens de um chefe. Na segunda, ele perderia as condições de fechar uma delação, já que o acordo não pode ser oferecido a quem está no comando da gangue. Nos dois casos, o maior beneficiário do parecer de Dodge seria quem a nomeou."

Comentários

  1. Certamente, ela (a Dodge) não sairia da 'rota traçada' pelo chefe.

    ResponderExcluir
  2. pode esperar que a hora dela vai chegar

    ResponderExcluir
  3. O curso de direito também fabrica mulheres alienadas e psicopatas.
    Na denúncia de corrupção de Furnas além de advogados, juízes, desembargadores, membros do Ministério Público homens também aparecem bastante mulheres do ramo.
    Na verdade o grande responsável por eles serem bandidos e agirem como agem é o curso.

    ResponderExcluir

Postar um comentário