Requião chama o povo para reagir contra medidas criminosas de Temer

Imagem relacionada

RBA - O senador do PMDB Roberto Requião, do Paraná, foi uma das vozes mais contundentes contra a Medida Provisória Nº 795/2017, do governo Temer. Editada em 17 de agosto e aprovada em comissão especial no Senado na quinta-feira, seu suposto objetivo é estimular a participação de empresas nas licitações de blocos das camadas pré-sal e pós-sal que serão realizadas até o final do ano pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


Para o parlamentar, no entanto, trata-se de um “crime de lesa-pátria”.

“Tem alguns que abraçaram a ideia da economia liberal, acreditam nessa bobagem que já faliu a Europa, quebrou a Grécia, desgraça a Espanha e está destruindo a Europa toda. Mas outros são corruptos mesmo.


E eles aprovaram na comissão essa medida que vai a plenário”, disse o senador em entrevista a Marilu Cabañas e Glauco Faria, na Rádio Brasil Atual.


Comentários

  1. Não é "Lesa Pátria", é Lesa Pátria, sem aspas e sem cidadania.

    ResponderExcluir
  2. Na Lei de Segurança Nascional tem alguma coisa a respeito. Afinal o PRÉ-SAL está em em águas brasileira ou seja dentro do território e não podemos vender o nosso território como se fosse um loteamento imobiliário. O povo deveria ser consultado a respeito e não deixar meia dúzia de babacas resolvam por todos nós. O BRASIL NÃO ESTÁ A VENDA...

    ResponderExcluir
  3. Quando há crime lesa Pátria como nesse caso e também já houve no governo FHC cabe a intervenção militar em defesa da soberania e da integridade do país. E já passou da hora.

    ResponderExcluir

Postar um comentário