CAI A MÁSCARA DA TRAÍRA! Marta Suplicy é acusada de receber propina


Marta Suplicy recebeu propina da CDN, segundo Renato Pereira, delator da Lava Jato.


O Globo conta que a CDN ganhou 25,7 milhões de reais em contratos do Ministério da Cultura na gestão de Marta Suplicy.

Em troca desses contratos, a CDN pagou as despesas da pré-campanha de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo.

Diz a reportagem:

“O marqueteiro disse ter sido procurado em dezembro de 2014 por Renato Ganhito, atual vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da CDN, que dizia falar em nome de Marta. Ganhito intermediou encontros de Pereira com a senadora na casa dela, em São Paulo, no ano seguinte, para discutir o cenário e prepará-la para as eleições, de acordo com o relato.


Segundo o delator, a empresa Ideia Inteligência (atual Ideia Big Data), de Maurício Moura, formatou pesquisas de opinião, em custo estimado entre R$ 160 mil e R$ 180 mil, pagos pela CDN. Pereira diz ter cobrado R$ 70 mil por seus serviços.

Os resultados do trabalho foram apresentados em reunião na casa de Marta, em maio de 2015, com a presença do marido dela, Márcio Toledo, segundo o relato. O delator apresentou à Procuradoria-Geral da República três notas fiscais emitidas por sua empresa Rumo Norte, referentes ao serviço prestado à CDN.”

Do Globo

Comentários

Postar um comentário