Depois de ser derrotado por Lula e Dilma, Serra quer ser candidato para perder de novo


A ala tucana que apoia o nome de José Serra dentro do PSDB defende que o ex-ministro dispute as prévias do partido que definirá o candidato à presidência em 2018.


Os aliados acreditam que Serra levaria a disputa contra o governador Geraldo Alckmin, atual nome do partido depois que o prefeito João Doria cavou a própria cova com ações que prejudicaram seu nome, como as constantes viagens para fora da capital paulista e a ’ração’ para os pobres.

Alckmin tem aparecido com 5% de intenções de voto nas pesquisas eleitorais.

O governador paulista é citado na delação da Odebrecht, assim como Serra, que é acusado de ter recebido US$ 23 milhões em propina em contas secretas na Suiça.

Fonte: Brasil 247

Comentários