Deputados cassados por corrupção recebem 23 mil mensais de aposentadoria


Nove deputados cassados por corrupção recebem aposentadorias que chegam a R$ 23,3 mil mensais.


Até mesmo o valor mais baixo do benefício pago é superior ao teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para o trabalhador comum que é de R$ 5.531,31. Os benefícios dos parlamentares são custeados pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC).

Dentre os parlamentares beneficiados estão o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), que perdeu o mandato em 2005, pelo envolvimento na Ação Penal 470, o chamado esquema do mensalão. Ele recebe R$ 22.380,05, conforme levantamento feito pelo jornal O estado de São Paulo.

O ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), que foi preso na Lava Jato e também teve o mandato cassado em 2006, recebe R$ 23.344,70 de aposentadoria. Outros cindo parlamentares perderam o mandato pelo envolvimento no escândalo dos anões do orçamento, na década de 1990 e outros dois por envolvimento na AP 470.


Ainda segundo o Estadão, a "Casa também reserva uma pensão de R$ 937 à família de um deputado que era aposentado e perdeu o mandato durante a ditadura".

Fonte: Brasil 247

Comentários

  1. É que parlamentar depois do jegue é celebridade no país. Primeiro o jegue e depois eles.

    ResponderExcluir

Postar um comentário