DESMASCARADOS! MBL, o defensor da liberdade. Desde que não seja com eles.

Resultado de imagem para mbl the intercept

EM UM VÍDEO gravado em outubro, Salsicha, o mais novo expoente do MBL, respondeu a dúvidas dos interessados em participar do 3º Congresso do MBL. Em uma delas, alguém pergunta se intervencionistas militares serão bem-vindos e recebe essa resposta:


“Todas as pessoas são bem-vindas. A gente acredita no diálogo e no bom debate.”

Pois bem, não foi o que vi no evento realizado no último fim de semana no luxuoso World Trade Center, considerado o maior complexo de negócios da América Latina. O que vi foi o jornalista Denis Russo do “Nexo”, que assistia aos painéis sem incomodar ninguém, ser expulso pelo crime de portar um bloquinho de papel. Enquanto eu filmava o ocorrido com meu celular, um segurança me abordou e exigiu que eu apagasse o vídeo, caso contrário eu também seria convidado a me retirar. Questionei brevemente, mas acabei acatando — recuperar arquivos da lixeira é uma tarefa simples.

A aversão a quem era de fora daquele mundinho não ficou restrita aos corredores do evento. No palco, logo no primeiro painel do congresso, Renan dos Santos, líder e fundador do MBL, fez um alerta em alto e bom som: 


“Se eventualmente vier alguém com uma camerazinha querendo fazer perguntas, que está muito curioso sobre vocês, com bloquinho de notas… Avisa a gente!”

O que conseguimos registrar de melhor (ou, melhor, de pior) está no vídeo que acompanha este texto.

Confira o vídeo no The Intercept

Comentários

Postar um comentário