Congresso confirma e aprova redução do salário mínimo


Via Esmael Morais - O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (13) a proposta orçamentária de 2018 (PLN 20/17), a primeira sob a Emenda Constitucional 95, que instituiu a redução de investimentos públicos. Dentre as maldades está a confirmação da redução do salário mínimo para o ano que vem.

Inicialmente, o governo Michel Temer (PMDB) reduziu o mínimo de R$ 979 para R$ 969 no mês de agosto. Mas, em outubro, revisou o valor para baixo pela segunda vez, em R$ 965, cuja confirmação se deu ontem pelos congressistas.

A redução do salário mínimo, de R$ 979 para R$ 965, ou seja, de R$ 14, é uma inegável “conquista” do golpe de Estado e da derrubada de Dilma Rousseff em 2016.

O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (13) a proposta orçamentária de 2018 (PLN 20/17), a primeira sob a Emenda Constitucional 95, que instituiu a redução de investimentos públicos. Dentre as maldades está a confirmação da redução do salário mínimo para o ano que vem.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 937.


O projeto de orçamento aprovado ontem e que vai para sanção presidencial prevê ainda um déficit primário de R$ 157 bilhões para o governo federal no próximo ano. O número é um pouco menor do que os R$ 159 bilhões determinados pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO, Lei 13.473/17) como meta fiscal para o próximo ano.

Outras fontes:Revista Época

Comentários

  1. Sabem que para um país ser evoluído, além da independência, tecnológica, educacional, criativa, inovadora, laboratorial, invenções, registros de patentes etc...é obrigatório dobrar o PTB em 20 anos no máximo, dobrar a renda homogeneamente no mesmo período e investir no mínimo 21% do PIB.
    Nosso país administrado, legislado e julgado por criaturas comuns sem espírito e razão, maciça maioria psicopatas, inclusive presidentes, não produzimos tecnologia e conhecimento comprando tudo; não temos educação e estamos entre os últimos do mundo; mão criamos e inovamos, também estamos entre os últimos do mundo; registramos em média menos de 25 mil patentes ano enquanto os EUA registram em média 500 mil, perdemos até para países africanos; nossa produtividade individual de 5 de nós por um americano, este ocupa o quarto lugar, e na década de 1980 nossa produtividade era de 2,5 de nós para 1 americano; Todos os países desenvolvidos dobram o PIB no período previsto e Coreia do Sul chega a dobrar em 13 anos e o Japão em 16 anos e o Brasil nunca consegue, nem de longe porque a base do PIB sai da roça e do consumo de famílias e entre os 60 países em desenvolvimento somos o último; todos os países desenvolvidos cumprem as metas de dobrar a renda e grande parte está procurando implementar mais ganhos em rendimentos para estimular o consumo interno, até a China adotou a política recentemente e nós nem de perto sonhamos e agora estão negando até o reajuste do salário mínimo pela infração do período manipulada descaradamente; todos os países desenvolvidos e em desenvolvimento procuram cumprir a meta de investimentos de 21% do PIB porque não existirá crescimento da economia. A Coreia do Sul chega aplicar 32% do PIB e o Japão até 28%, nós não aplicávamos 11% em 2012 entre o público e o privado e acredito hoje aplicamos máximo de 7% a 8%.
    Com esses macacos que aí estão nos poderes e ma economia acreditam que sairemos de um país de otários? Claro que não! O que resta depois de ter desendustrializado o país, endividá-lo até as teias sustentando em rendas banqueiros nacionais e internacionais e concentrando riquezas e bens em mãos de meia dúzia de especuladores chegando ao cúmulo de 6 famílias juntas possuírem mais que 100 milhões de brasileiros juntos: Estando o governo endividado e não existindo dinheiro para investimentos, nem na União, nem em estados e municípios e os capitalistas só aplicam em especulações, assim como o sistema financeiro, resta escravizar trabalhadores e aposentados e meter a mão em seus fundos, considerando ainda que ricos não pagam impostos pessoais e sonegam em empresas e produções gerais, e atacar o meio ambiente arrancando tudo e também as riquezas naturais e ainda privatizar o máximo que pode a preço de banana para achar compradores para coletar alguns dólares a mais perdendo cada vez mais a independência e a soberania que já estão quase perdidas.
    Para não voltarmos para o século XVIII e estamos correndo para lá e entramos no ano de 1940 tem o país de eliminar todos os psicopatas desespiritualizados dos poderes, os três, reformar os partidos políticos exigindo exame de psicopatia e competência para permanecer e ingressar, buscar seres humanos espritualizados, racionais, com juízos racionais e entendimento a priori e competência e promover uma eleição geral e estes fazendo limpezas no judiciário e nas instituições. Além disso, para angariar recursos para investimentos e reindustrialização do país e reformular as bases educacionais, trabalhistas e sociais entre tantas outras criar imposto sobre fortunas em percentual elevado e abolir todos os privilégios além de exigir prontamente os recursos sonegados. Além de reformar p código tributário e muitas outras normas.
    Se não houver medidas radicais e a busca de seres racionais e estrategistas para as instituições e poderes sucumbiremos e cairemos em mãos do capital internacional como escravos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza nunca iremos para frente com este Governo e sim damos um passo para frente e recuamos três. E o povo quieto ....Acorda Brasil Varonil.

      Excluir
  2. Vergonhoso esse Governo tirem do Salários deles...Quero ver neguinho ficar nervoso...nao 14,00 e sim 1.400,00 de cada parlamentar daria para Aumentar o Salário mínimo que é tão pobre.... No Dinheiro deles ninguém Mexe.... Mas e fácil tirar do povo que recebe o minimo e não tem o máximo....Cambadas de Ladrões....

    ResponderExcluir
  3. Tem que diminir e os salarios dos politicos. Acabar com esses auxilios que eles tem acho que um salário de 1500,00 está otimo pra quem não faz nada .
    Agora tiram de um trabalhador , isso e uma afronta pro brasileiro .

    ResponderExcluir
  4. O povo tem que dar um basta nisso, esse governo maldito faz o que faz e ninguém fala nada, aumento de gasolina, falta de verba para saúde e educação e esses lazarentos só preocupado com o proprio umbigo desviando essas verbas e desfrutando nosso dinheiro suado, e agora querem baixar o salario minimo, que já é uma vergonha, vamos parar esse pais, arrancar esses lixo do congresso, sei lá, não dá mais pra ficar de braços cruzado, tão tirando o povo de imbecil na cara larga, e estamos engolindo goela abaixo.

    ResponderExcluir
  5. Desculpe a ignorância.... mas se hoje o salário é de R$937, como reduziu de R$965?
    É claro que o "aumento"que seria de 979 é irrisório e que se for para 965 é ainda mais, provavelmente mal bate o IPCA, e que sim, ainda é uma vergonha, porém não houve redução do salário como descrito no título. Ainda assim é vergonhoso a "falta" de verba pública para a população enquanto nossos desgovernantes deitam e rolam com seus supersalários pra fazer o que bem entendem.

    ResponderExcluir
  6. vou dizer um único nome aqui que pode reverter todos esses problemas um homen chamado Bolsonaro.... conhecem?

    ResponderExcluir

Postar um comentário