Enquanto corta do povo, Temer aumenta os cargos comissionados no governo


247 – Michel Temer, que chegou ao Planalto com a promessa de cortar 4 mil cargos comissionados, promoveu uma verdadeira farra de contratações.


Postos foram negociados em troca de apoio pra agenda do peemedebista e para impedir o avanço das duas denúncias da PGR na Câmara.

Atualmente, a quantidade de servidores comissionados já é maior do que quando Temer assumiu.

Em junho do ano passado, Temer assumiu com o compromisso de cortar 4 mil de cargos. Existiam então 20.560

Hoje já há 22.600 nessas funções.

Dados são do Painel eEstatísticos de Pessoal.

Comentários

  1. Um país dessa extensão e complexidade e com 220 milhões de população, somente os recenseados entregar a presidência dele para uma estupidez medíocre, corrupta, bandida. picareta dessas mostra que principalmente suas elites, sejam elas intelectuais, econômico-financeira, produtora, industrial, comercial, jurídica, artística, jornalística, ou o que for, são chulés, irracionais sem espírito, também predadores, anti patriotas e apenas ocupantes e exploradores de seu território que deverá devolver esse território aos seus legítimos donos nativos com pedidos de perdão e desculpas e eu também serei beneficiário por ter parte de sangue nativo. O que estamos vivendo e convivendo nos Três Poderes, nos meios jurídico tratando-se de advogados e nos meios midiáticos é coisa de moleques e psicopatas que não atingiram a idade mental plena. Para que se possa evitar isso deve-se imputar aos partidos exames rigorosos de competência, responsabilidade, patriotismo e psicopatia a todos que queiram ingressar como membros e caso ocorram desvios dos candidatos, sejam políticos ou burocratas responderem severamente os responsáveis juntamente com o político inscrito em suas bases. A moral e a ética nos poderes faliram e também a honradez e o caráter. Salvo raras exceções todos criaturas não renascidas a priori, irracionais.

    ResponderExcluir

Postar um comentário