Filha de Cunha se filia ao PMDB e vai se candidatar, após Moro a deixar livre


Da coluna Radar, da Veja - A filha de Eduardo Cunha, Danielle, se filiou ao PMDB no dia 3 de outubro. Agora, já tem partido e discurso para disputar uma cadeira de deputada federal no ano que vem.


Ao mirar no voto evangélico, o mesmo que ajudou seu progenitor a chegar onde chegou, ela baterá na tecla de que seu pai foi o responsável por tirar o demônio, ou seja, o PT do poder.

Eduardo Cunha tem outra filha. É esta aí que, no auge das acusações contra o pai, publicou uma foto no Instagram, para dizer que viajaria para Cuba.

Comentários

  1. Embora todos os partidos são bandidos mas tem alguns destacados, por exemplo o PMDB. E ela para filiar-se ao PMDB prova que é bandida como o pai.
    Quem nasce herda segundo a tradição.

    ResponderExcluir

Postar um comentário