Gilmar Mendes é flagrado cobrando dinheiro da JBS por Whatsapp


A matéria da Veja sobre o que a revista chama de “relações perigosas entre Gilmar Mendes e Joesley” fala de emails e documentos tratando do patrocínio da JBS ao Instituto Brasiliense de Direito Público, IDP, empresa do ministro do STF.


“Os valores dos patrocínios das empresas iam parar, por vezes, na conta pessoal de Gilmar Mendes”, diz a revista, que relata um caso ocorrido em 12 de junho de 2016.

Gilmar escreveu por WhatsApp para sua diretora do IDP:

— Veja se consegue começar a me pagar o resultado do patrocínio.

Ela respondeu:

— Quer de uma vez ou dividido?

Gilmar Mendes então agradece e fala que tinha “contas altas” a pagar.

Ele admite ter encontrado o empresário algumas vezes, mas garante que a relação nunca ultrapassou os limites éticos. Gilmar é algo de outro mundo.

Comentários

  1. bandido e bandido GILMAR MENDES e o pior bandido qual o brasil tem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo. O pior bandido é Meirelles. G. Mendes é só um boneco bem pago pelos ladrões principais, que vende programa de proteção para eles.

      Excluir
  2. Na verdade a falta de educação que desenvolve o espírito criou entes não inteiramente humanos e os psicopatas mais periculosos dominaram os poderes e nomearam seus assessores psicopatas para sustentá-los.
    Deixamos de ser nação e tornamo-nos bandos agregados.

    ResponderExcluir
  3. Quem sabe, agora, sua Excelência, a ministra Cármen Lúcia, tenha consciência do que realmente contribui para apequenar o STF.

    ResponderExcluir

Postar um comentário