Jornalista denuncia: Temer está comprando votos com dinheiro que falta em creches


247 – O jornalista Ricardo Kotscho critica em seu blog a compra irrestrita de votos por Michel Temer na Câmara dos Deputados para a aprovação da reforma da Previdência, enquanto obras de creches estão inacabadas no País.


“Para aprovar a reforma ainda este ano, Temer escalou três ministros, inclusive o da Saúde, para dar um jeito de “abrir espaço” de R$ 3,6 bilhões a serem negociados com a base aliada da Câmara para a compra dos votos que faltam”, escreve Kotscho. Ele lembra que, enquanto isso, um “estudo da Confederação Nacional dos Municípios vai apresentar ao TCU e ao MEC uma lista com 476 creches inacabadas e 441 com obras paralisadas no país”.

Kotscho destaca que “a milionária campanha que o governo faz na televisão para nos convencer de que o principal objetivo da Reforma da Previdência é acabar com os privilégios” é “uma verdadeira ode à hipocrisia e ao cinismo”. “Cabe perguntar: privilégios de quem? Podemos começar pela trinca que comanda o Palácio do Planalto: Temer, Padilha e Moreira Franco”, diz o jornalista.

Leia a íntegra no Balaio do Kotscho.

Comentários