Procurador que escreveu delação contra Lula, está envolvido em corrupção, diz PF


O ex-procurador Marcelo Miller, que era o braço direito de Rodrigo Janot, foi acusado de corrupção passiva pela Polícia Federal.


“A Polícia Federal atribui crime de corrupção passiva ao ex-procurador da República Marcelo Miller em troca de garantir ao grupo J&F, controlador da JBS, ‘as melhores condições possíveis’ no acordo de delação premiada fechado com a Procuradoria-Geral da República e também assessorar os irmãos Joesley e Wesley Batista na condução do procedimento de leniência com os Estados Unidos. Miller atuou durante três anos no gabinete do procurador-geral da República Rodrigo Janot e, nessa condição, teria intercedido em favor da JBS”, aponta reportagem do Estado de S. Paulo.

Comentários