Segóvia manda trocar diretor da PF que investigava Temer


247 – A direção da Polícia Federal vai trocar o comando da delegacia de Santos no momento em que se desenvolve uma investigação sobre contratos referentes ao porto da cidade.


Nos últimos dias houve telefonemas entre diretores para tratar da substituição de Júlio César Baida Filho do cargo de delegado-chefe da PF santista.

Na quarta (20) Baida Filho foi convidado para chefiar a força-tarefa criada para reforçar o combate ao tráfico de drogas e armas no Rio. Diante da saída irreversível da chefia de Santos, ele aceitou.

Reportagem de Wálter Santos na Folha de S.Paulo diz que a substituição acontece após uma reunião com cerca de dez investigadores na sede da Polícia Federal, na cidade, ocorrida há três semanas. No encontro havia, além de delegados, auditores da Controladoria Geral da União, do Tribunal de Contas da União e de outros órgãos de fiscalização de contas. Irregularidades em contratos no porto de Santos foram o assunto do encontro.


O porto é área tradicional de influência de Michel Temer. Ele é investigado pelo suposto favorecimento da operadora de terminais Rodrimar, por meio da edição do Decreto dos Portos. Em troca, haveria o pagamento de propina. O negócio teria sido intermediado pelo ex-assessor da presidência, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), filmado com uma mala com R$ 500 mil de propina da JBS.

Comentários