Chefe de Gabinete do presidente do TRF-4 milita e curte páginas de tucanos


Jornal GGN – Daniela Tagliari Kreling Lau é uma ativista digital moderada. Ela, em seu Facebook, defende o Exército nas ruas, o Movimento Brasil Livre (MBL) e a Escola sem Partido. Tudo seria tranquilo se ela não fosse a chefe de gabinete da Presidência do TRF-4, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz.


Thompson Flores, como se sabe, é o desembargador que endossou a condenação de Lula, sem ler a peça de acusação (sentença) produzida por Sergio Moro, juiz de piso.

Daniela assumiu a vaga deixada por Denize Magliorim Rossi, como atesta a foto do Ato nº 316, de 20 de junho de 2017, do Diário da Justiça Federal da 4ª Região, que sacramenta a posse. Assina o presidente do TRF-4. Antes disso ela era Diretora ligada a Protocolo.

Mas a servidora do TRF-4 tem uma ação a ser questionada: ela assina e pede ajuda para uma petição pela prisão de Luiz Inácio Lula da Silva, num manifesto que, em 3 de janeiro, tinha 234 pessoas (contando com ela) subscritas. Ela pede ajuda para que o TRF-4, onde ela trabalha como chefe de gabinete do presidente Thompson Flores, julgue pela prisão.

A servidora pede outras coisas em seu Facebook, como um ano novo em que o amor pelo próximo seja uma constante no viver e na jornada, mas não se furta a endossar uma prisão que ainda está em julgamento, como a do ex-presidente.


P.S do Falandoverdades: A mesma chefe do gabinete do presidente do TRF-4 curte páginas de movimentos ligados ao PSDB e PMDB segundo o UOL, páginas ligados ao militarismo e também de tucanos como de Aécio Neves, que muito provavelmente como Moro, deve simpatizar.

Comentários