Padre chama de “patos idiotas” manifestantes pró-Sérgio Moro


Via Esmael Morais - O Padre Leomar Antonio Montagna, da cidade de Maringá, em carta publicada nas redes sociais, chamou de “patos idiotas e não patriotas” a turma de verde amarelo que se manifestou no sábado (13) pela condenação do ex-presidente Lula e em apoio ao juiz Sérgio Moro.


O protesto organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), com a retaguarda da Associação Comercial de Maringá (ACIM), foi um fiasco. Ou seja, deu ruim o barulho em defesa do magistrado da lava jato. O resumo da gritaria neofascista foi dado pelo professor de história João Fernandes Barros: ‘Corruptos foram às ruas de Maringá defender Sérgio Moro.’

Voltemos à carta do Santo Padre.

O religioso afirmou que os manifestantes contrários a Lula são subservientes à corrupção, movidos simplesmente por ódio, intolerantes, parciais e preconceituosos. “No fundo, de mentalidade doentia e privados de alma racional.”

O próximo passo será excomungar esses “patos idiotas” da Igreja Católica.


Leia a íntegra da carta do Padre:

Sobre as manifestações em Maringá: essa turma do verde amarelo é o maior engodo que o Brasil já viu, uma mentalidade de patos idiotas e não patriotas, uma mentalidade de fazer esquifo, pois são subservientes à corrupção, movidos simplesmente por ódio, intolerantes, parciais e preconceituosos. No fundo, de mentalidade doentia e privados de alma racional.

Se quisessem contribuir com a democracia teriam se manifestado exigindo que o poder judiciário tratasse à todos sem parcialidade (por exemplo, onde está a mulher de Cunha sob responsabilidade do juiz Moro?). E quando foi que vimos esse grupo se manifestando contra as malas de Aécio, Temer, apartamento cheio de dinheiro de Gedel?

Então a mentalidade dessa turma é um grande mal, pois fecham os olhos para crimes gritantes, tanto maiores que uma simples reforma de um triplex sem provas concretas.

Lembrando ainda que essa turma apoiou o Golpe e é conivente com o que existe de pior na política, pois desde o golpe se instalou no governo a grande bandidagem, sustentada por pífios Congressistas, que além de se protegerem com a imunidade, continuam desviando recursos, pagos com nossos impostos, para interesses particulares, de grandes corporações e do capital internacional.

Estamos novamente convivendo com a fome e devido a precariedade dos recursos destinados ao social, se imagina o pior pela frente, além da perda de muitos direitos trabalhistas e sociais, inclusive os pobres e trabalhadores correndo o risco de morrer às mínguas sem à aposentadoria.

Tudo isso é muito triste, a grande mídia, os representantes do capital fizeram acreditar que o mal estava só num partido político e demonizaram muitas lideranças de lutas incansáveis em favor do bem comum, pena que muitas pessoas embarcaram neste imbróglio e assim estão prejudicando-se a si mesmos e destruindo a esperança de um Brasil da inclusão, da igualdade e melhor para todos.


Como padre, rezo por um Brasil mais justo, por um judiciário que não seja parcial, pelas pessoas, de verde amarelo, vermelho e de todas as cores, pessoas são ícones de Deus, mas não posso aprovar esta mentalidade, pois não condiz com a dignidade humana e muito menos com o Reino de Deus anunciado por Jesus.

Que o Espírito Santo venha em nosso socorro e que possamos vencer todo mal individual e coletivo. Deus abençoe, com sua sabedoria, cada um de nós e o Brasil que tanto amamos.

Pe. Leomar Antonio Montagna
Maringá – Paraná

Comentários

  1. Ele é um idiota comunista.... talvez quando chega na situação da Bolívia ele lembrará que a religião e sua Igreja precisa desse povo todo..>!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário