Juíza que deu prisão domiciliar a médico acusado de estupros, nega benefício à lactante


A ré é primária e foi presa por portar 8,5 gramas de maconha


A coluna de Sonia Racy informa que Laurita Vaz, primeira mulher a presidir o STJ, negou – durante o recesso do Judiciário– pedido para que uma lactante respondesse a processo em casa.

A mulher, cujo filho mais novo tem um mês de idade, é ré primária e foi presa por portar 8,5 gramas de maconha. Na decisão, Vaz disse que a mãe não conseguiu comprovar ser imprescindível para seus… cinco filhos.

A decisão judicial causou indignação entre defensores visto que Vaz concedeu prisão domiciliar a Roger Abdelmassih em julho.

Com informações do Blog da Sonya Raci do Estadão

Comentários

Postar um comentário