Matéria ‘fake news’ de jornalista extremista é retirada rapidamente após farsa ser descoberta


Revista Fórum – O resultado do Datafolha divulgado nesta quarta-feira (21) que traz Lula, apesar de condenado, disparado em primeiro lugar em todos os cenários, acertou em cheio na testa de setores da grande imprensa.


No vídeo abaixo, o apresentador do programa Roda Viva, Augusto Nunes, aparece no programa da Jovem Pan, “Os Pingos nos Is”, ao lado de Felipe Moura Brasil e José Maria Trindade, esperneando contra artigo dos diretores do Datafolha, Mauro Paulino e Alessandro Janoni, publicado na Folha desta quarta-feira (31): “Inelegibilidade de ex-presidente Lula aprofunda crise democrática”.

No artigo, os diretores do instituto de pesquisa afirmam que “a possível inelegibilidade do ex-presidente aprofunda a crise de representação no cenário político e lança ainda mais incertezas sobre o pleito deste ano e seus desdobramentos”.

O comentário é feito sobre argumento irrefutável: “Em nenhum outro levantamento de intenção de voto para presidente já feito pelo instituto em ano eleitoral observou-se uma taxa tão elevada de brasileiros com a pretensão de votar em branco ou anular o voto. É o que acontece quando se exclui o nome de Lula da disputa”.


De acordo com Nunes e seus pares, o Datafolha “é sempre suspeito”. Ao invés de descer no assunto, o jornalista preferiu comparar Lula ao candidato Eymael e a “sua musiquinha”.

Comentários