15 de Março: Brasil parou por Marielle. Juízes por Auxílio-Moradia


Milhares de brasileiros ocuparam as ruas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de várias outras cidades, em protesto contra brutal execução da vereadora Marielle Franco, do Psol, que vinha denunciando a violência policial no Rio de Janeiro.


Nas escadarias da Alerj, mais de 50 mil pessoas protestam por justiça a Marielle e Anderson Sousa, o motorista que a acompanhava no carro e também foi morto na noite desta quarta; o vão do MASP, em São Paulo, tem ato parecido, assim como Brasília e diversas outras capitais; houve atos também na Colômbia e na Argentina.

Enquanto isso os magistrados

Os juízes e promotores federais realizam nesta quinta-feira, em seis capitais pelo país, uma paralisação dos seus serviços como forma de protesto frente a possibilidade de o Supremo Tribunal de Justiça (STF) extinguir o auxílio-moradia de R$ 4.377,73 pago a título de indenização aos magistrados.


A liderança do movimento partiu da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe). No Rio, o ato será realizado no Fórum Central de Justiça (Avenida Rio Branco, 243 – Centro), à partir das 14h30. Participação, além dos juízes vinculados à Justiça Federal, os magistrados e procuradores ligados à Justiça do Trabalho, além dos promotores e procuradores do Ministério Público Federal.

Comentários