Juíza critica colegas por “exporem” desembargadora que espalhou mentiras de Marielle


Extra Globo - A juíza Márcia Hollanda, a quem caberá julgar a ação da família de Marielle Franco contra as ofensas à vereadora assassinada, soltou, num grupo de WhatsApp que reúne magistrados do Rio, uma série de impropérios contra o vazamento de comentários da desembargadora Marília de Castro Neves.


Marília é administradora do grupo “Magistratura free”.

E foi lá, por exemplo, que ela escreveu, sobre a primeira professora com síndrome de Down: “O que será que essa professora ensina a quem? Esperem um momento que eu fui ali me matar e já volto, tá?”.

(…)


Diz a juíza: “Espero que os ‘colegas’ que expuseram todos os mais de dois mil juízes que aqui estão sofram mil vezes mais o que o resto sofrerá por causa dessa falta de caráter e canalhice”.

Para quem vai julgar uma ação contra o ódio nas redes sociais, digamos que a moça vai bem.

Comentários

  1. O ódio está enraizado. Quem expôs? Eles mesmos se expõem na arrogância e soberba. Como dizia minha mãe: diploma não encurta orelha.

    ResponderExcluir

Postar um comentário