STF autoriza e Temer é o primeiro presidente da história a ter sigilo bancário quebrado


O Supremo Tribunal Federal autorizou a quebra do sigilo bancário do presidente Michel Temer. A decisão foi ordenada pelo ministro Luís Roberto Barroso e o período autorizado é entre 1º de janeiro de 2013 e 30 de junho de 2017.


Esta é a primeira vez na história do Brasil que um presidente em exercício tem seu sigilo bancário quebrado por suspeita de envolvimento em esquemas de corrupção. Temer já havia ‘quebrado o recorde” ao ser o primeiro presidente da história a ser denunciado por corrupção e o único a ostentar duas denúncias criminais.

O presidente é alvo de inquéritos por suspeita de recebimento de propinas de empresas portuárias e empreiteiras, nomeadamente a Odebrecht.

Fonte: DOL

Comentários