Com tucanos impunes, Moro diz que democracia não está em risco


Em palestra na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, Sergio Moro disse nesta segunda-feira 16 que a democracia não está em risco no Brasil. 


A declaração foi feita 11 dias depois de Moro ter decretado a prisão do ex-presidente Lula sem provas e antes da conclusão dos embargos em segunda instância, condição que ficou definida segundo decisão do próprio TRF-4, tribunal de Porto Alegre que o condenou em segunda instância.

"Vou ser claro: a democracia não está em risco no Brasil. Absolutamente não. O que está acontecendo é a luta pelo Estado de Direito", declarou. "Eu acho que é exatamente o oposto. Ao final, nós teremos uma democracia mais forte, e uma economia ainda mais forte", ressaltou.


Moro disse ainda, segundo reportagem da Folha, que há dois jeitos de encarar a situação do Brasil neste momento: uma, com vergonha. Outra, com orgulho. "Há alguma razão para estarmos orgulhosos, não de um juiz ou de alguns procuradores, mas do povo brasileiro como um todo". A fala foi feita a uma plateia de juízes, procuradores e estudantes de direito brasileiros.

Fonte: Brasil247

Comentários