Julgamento de Azeredo é marcado após 11 anos da denúncia


Minas 247 - O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) marcou para o próximo dia 24 de abril os recursos impetrados pelo ex-governador do Estado Eduardo Azeredo (PSDB) no chamado processo do "mensalão mineiro", no qual ele foi condenado a 20,1 anos de prisão. Julgamento do tucano, cuja pena está em vias de prescrição, acontece 11 anos após ele ter sido denunciado, em 2007.


Azeredo governou Minas Gerais entre os anos de 1995 a 1999 e foi condenado pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro em dezembro de 2015. O tucano foi acusado de desviar recursos de empresas estatais e de fazer uso de recursos não declarados em sua campanha pela reeleição.

Somente em agosto de 2017, o TJMG julgou o processo em segunda instância, mantendo a condenação. Agora, a Corte rejeite os recursos, Azeredo poderá ser preso, uma vez que o TJMG autorizou a execução provisória da pena desde que esgotados todos recursos na segunda instância.

Comentários