Morre, aos 86, Paul Singer, economista e fundador do PT


Morreu nesta segunda-feira (16), aos 86 anos, o economista Paul Singer. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde a madrugada desta segunda e teve septicemia, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Singer era um dos integrantes do grupo que fundou o Partido dos Trabalhadores (PT), em 1980.


Nascido na Áustria, Singer veio para o Brasil com a família ainda pequeno, fugindo do regime nazista. Na juventude, atuou como metalúrgico e liderou a histórica greve dos 300 mil em São Paulo em 1953. Mais tarde, iniciou a carreira como professor da USP, publicando mais de 25 livros sobre temas como desenvolvimento econômico, classe operária e socialismo.

O economista foi um dos responsáveis pela formulação de um programa de desenvolvimento que prega a distribuição de renda para o fortalecimento do mercado — um dos ideais pregados pelo PT.


Em 2015, em entrevista a GaúchaZH, Singer fez duras críticas ao programa de ajuste fiscal comandado pela então presidente Dilma Rousseff.  Ele disse que "Dilma estava fazendo o que disse que Aécio faria".

Singer era viúvo e deixa e três filhos. Detalhes sobre velório e sepultamento ainda não foram divulgados.

Comentários