Reinaldo Azedevo admite: Datafolha foi uma tragédia para a direita


O jornalista Reinaldo Azevedo, que se intitula liberal, avalia que a pesquisa Datafolha foi uma tragédia para as forças conservadoras e de direita. Segundo ele, que é contra o PT, Lula tem condições de colocar “sua excelência o poste” no segundo turno.


Para Azevedo, a direita e os conservadores estão muito mais divididos que a esquerda — unida pelo advento da prisão política do ex-presidente Lula.

À luz da interpretação dos números do Datafolha, o jornalista acredita que Lula não está morto e a que prisão está vitaminando o PT.

Reinaldo Azevedo afirma que quando Lula indicar quem será o candidato do PT, necessariamente, estancar-se-á o apoio para outras candidaturas que se confundem com o campo da esquerda. Ele citou Marina Silva, que, segundo o Datafolha, conjunturalmente, é maior beneficiária numa eleição sem Lula.


“Quando o PT definir [o candidato], as intenções de voto de Marina viram pó. Já aconteceu isso em 2014, quando o partido disse que a candidata não era da ‘nossa turma’”, considerou.

Comentários